Tributo à Marielle lota Capela Ecumênica da Uerj

Como uma das universidades mais populares do país, a Universidade do Estado do Rio de Janeiro não poderia deixar de prestar sua homenagem a quem dedicou sua vida e seu mandato parlamentar a defender os direitos de segmentos sociais historicamente discriminados, explorados e abusados em sua cidadania.

E a iniciativa partiu do Pré-vestibular Social do Sintuperj – outra referência na luta pela inclusão dos povos marginalizados na universidade e pela educação votada à formação cidadã.

Com o comparecimento em peso dos alunos do Pré-vestibular, cujos professores foram fundamentais na realização do “Tributo à Marielle: aquilo que Marielle enfrentava e aqueles que representava” nesta quinta-feira (22/03), e com a organização Sintuperj, Asduerj e DCE, a Capela Ecumênica da Uerj ficou pequena para caber tantas homenagens a uma mulher gigante.

A diversidade de gêneros, etnias e religiões que estiveram presentes ao traduzia o que representa a vida da ex-vereadora, socióloga, mulher, mãe, lésbica, negra, favelada, que teve sua vida ceifada covardemente no último dia 14 de março. Marielle representa várias frentes de luta por uma sociedade menos opressora e mais igualitária. Mas, principalmente, ela representa a semente de todas essas lutas que germinará em cada um de nós que foi atingido pelos quatro tiros que tiraram a vida de uma mulher inigualável e socialmente referenciada.

Durante a homenagem, apesar de passada uma semana do atentado contra Marielle, muita emoção ainda tomava conta dos que compunham a mesa ou se faziam presentes na plateia, seja pela vereadora, por sua família ou por todas as pessoas que de alguma forma se sentiam representadas pelos enfrentamentos assumidos pela vereadora. Mas nos diversos pronunciamentos e manifestações percebia-se a certeza de que o espírito combativo de Marielle permanece, e assim seguirá, cada dia mais vivo.

Marielle, presente!

Hoje e sempre!

Obs: a transmissão completa deste evento está disponível no página do Facebook do Sintuperj.